ISSO É DISCIPULADO

Loading...

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

PARÁBOLA DA SEMENTE GERMINANDO SECRETAMENTE


Por
Romildo Gurgel

LEITURA BÍBLICA: (Mc.4:26-29)

INTRODUÇÃO:

Marcos faz uma seleção de parábolas em seu evangelho, que parecem bem correlatas com outras que contem no mesmo evangelho:
- Parábola do semeador –( Mc.4:1-20)
- Parábola da semente germinando secretamente –( Mc.4:26-29)
- Parábola do grão de mostarda – (Mc.4:30-32)

Essas parábolas detalham o plantio da semente, a germinação e o amadurecimento, a ceifa e a colheita.
Nesta parábola a ênfase esta colocada na semeadura, na germinação e na ceifa.
A parábola é introduzida pela sentença “o reino de Deus é assim”; diferente das outras demais do seu evangelho que diz: “o reino é semelhante”.
A revelação de toda a parábola esta no germinar da semente e do crescimento.

1 – JOÃO CALVINO (TEÓLOGO) VIU DO SEGUINTE MODO ESTA PARÁBOLA:

a) O semeador são os ministros da palavra - (Mt.13:19; Mc.4:14; Lc.8:11)
b) Eles não devem desanimar quando não vêem resultado imediatos –
• Jesus ensinou a orar e nunca esmorecer – (Lc.18;1)
• A obra é dEle, e Ele é poderoso para acabá-la – (1Cron..28:20) – conselho de Davi a seu filho Salomão.
• Fique na expectativa do fruto, se não outros colhem no seu lugar – (2Tm.2:6)
c) Jesus na parábola ensina que devemos ser pacientes e nos faz recordar o processo da germinação, como acontece na natureza.
• A semente só nasce se estiver morta e cair em um bom solo que fique com certo grau de umidade para poder fazer brotar.
• Deus declarou que a semente viria – (Gn3:15)
• Isaías profetizou que a semente nasceria de uma virgem – (Is.7:14)
• Jesus nos dias de sua carne disse que a semente é a palavra de Deus – (Lc.8:11)
• Jesus foi gerado em Maria pela palavra trazida pelo anjo; e somente foi gerado quando Maria Disse: “eis aqui a serva do Senhor...”.(Lc.1:26-38)
• O cântico de Isabel pela fertilização da semente no ventre de Maria – (Lc.1:39-45). Preste atenção no vss.45. A idéia é que quando Maria acreditou nas palavras do anjo e se dispôs, é que a semente se tornou fecunda em seu ventre e, o Senhor a fez cumprir.
• O verbo a palavra “se fez carne”, não foi feito carne – (Jo.1:14)
• Jesus não veio para ficar só, na sua encarnação, era o filho unigênito de Deus – (Jo.1:14, 18; Jo.3:16,18; 1Jo.4:9)
• Jesus caiu na terra e morreu (cruz), ao ressuscitar, Jesus se tornou o primogênito de Deus – (Rm.8:29; Cl.1:15,18)
• O primeiro Adão, foi formado e feito, alma vivente, o segundo Adão, foi gerado, espírito vivificante – (Hb.5:5)
(Rm.5: 14) - No entanto a morte reinou desde [Adão] até Moisés, mesmo sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de [Adão] o qual é figura daquele que havia de vir.

(1Co.15: 22) - Pois como em [Adão] todos morrem, do mesmo modo em Cristo todos serão vivificados.

(1Co.15: 45) Assim também está escrito: O primeiro homem, [Adão], tornou-se alma vivente; o último [Adão], espírito vivificante.

• A semente brota quando a pessoa nasce de novo – ( Jo . 3 ; 1Pe.1:23)

• Quando uma pessoa crê no evangelho, nasce da semente incorruptível –

DEVEMOS MANIFESTAR A GLÓRIA DO INCORRUPTIVEL
(Rm1: 23) e mudaram a glória do Deus [incorruptível] em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.

DEVEMOS CORRER PARA ALCANÇAR A COROA DA INCORRUPTÍVEL – (1Co.9:24-27)

A GRAÇA ESTA PARA AQUELES QUE AMAM COM AMOR INCORRUPTÍVEL
(Ef.6: 24 ) A graça seja com todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo com amor [incorruptível].

• A imagem e semelhança de Deus, só veio quando Jesus morreu e ressuscitou , só depois que Jesus venceu a morte é que Ele confirmou esta verdadeira imagem, até vencer e destruir aquele que tinha o poder da morte –
(Hb.2: 14) - Portanto, visto como os filhos são participantes comuns de carne e sangue, também ele semelhantemente participou das mesmas coisas, para que pela morte derrotasse aquele que tinha o poder da morte, isto é, o Diabo;
15 e livrasse todos aqueles que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à escravidão.
16 Pois, na verdade, não presta auxílio aos anjos, mas sim à descendência de Abraão.
17 Pelo que convinha que em tudo fosse feito semelhante a seus irmãos, para se tornar um sumo sacerdote misericordioso e fiel nas coisas concernentes a Deus, a fim de fazer propiciação pelos pecados do povo.
18 Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados.

d) Ensina também a parábola que: após terem proclamado a palavra, devem se ocupar com tarefas do dia - dormir de noite, levantar pela manhã e fazer tudo que há de ser feito. –
• Há tempo para tudo debaixo do sol – (Ec.3; Ec.3:17)

e) A nossa única tarefa é semear, não devemos fazer a obra do Espírito Santo. -
(Zc.4: 6) - Ele me respondeu, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por [força ]nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos exércitos.

f) Como a semente chega à maturação no tempo próprio, assim o fruto do trabalho do pregador, eventualmente, aparecerá.

(Gl.2: 2) - E subi devido a uma revelação, e lhes expus o evangelho que prego entre os gentios, mas em particular aos que eram de destaque, para que de algum modo não estivesse correndo ou não tivesse [corrido] em vão.

g) Os pregadores do evangelho devem ter coragem e continuar sua obra de semear confiantemente -
(Gl.6: 7) - Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem [semear], isso também ceifará.

h) É Deus que atua no processo da germinação da semente, em seu crescimento, desenvolvimento e maturação.

• Ninguém pode fazer uma pessoa nascer de novo ser ser pela palavra de Deus.
• Muitos entram em um sistema ético eclesiástico e não chegam a nascer de novo.
• Muitos dão vazão ao exterior, usos e costumes, pensando que pelo uso da farda, nasceu de novo e já esta fazendo parte do reino. Temos que observar o que Jesus disse: “Aquele que não nascer de novo, não pode ver nem entrar no reino”. (Jo.3:3-6)
• A maturação , são os que frutificam para Deus – Paulo no que diz a isso nos dá uma afirmativa interessante – (Fp.1:6; Mt.6:27; Lc.2:52; )
(Ef.4: 13) - até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da [estatura] da plenitude de Cristo;

i) O lavrador ou o semeador é apenas um auxiliar da obra divina –

• Ele lança a semente
• Dia após dia faz o trabalho necessário
• Tem confiança que o dia da colheita chegará
• Sabe pela experiência quanto tempo passará até a ceifa
• Quando a colheita está madura, ele não espera, o dia da ceifa chegou.
• Do mesmo modo, os ministros da palavra têm a tarefa divina de proclamar as boas novas de salvação em Cristo Jesus. Eles, também, devem permanecer de lado, enquanto Deus efetua a obra secreta de crescimento e desenvolvimento. No tempo de Deus, o ministro verá os resultados quando chegar a hora de ceifar.

j) A hora da ceifa.

(Ap.14: 12) - Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.
13 Então ouvi uma voz do céu, que dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, pois as suas obras os acompanham.
14 E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante a filho de homem, que tinha sobre a cabeça uma coroa de ouro, e na mão uma foice afiada.
15 E outro anjo saiu do santuário, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice e ceifa, porque é chegada a hora de ceifar, porque já a seara da terra está madura.
16 Então aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi ceifada.

(Tg.5: 7) - Portanto, irmãos, sede pacientes até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba as primeiras e as últimas chuvas.
8 Sede vós também pacientes; fortalecei os vossos corações, porque a vinda do Senhor está próxima.
9 Não vos queixeis, irmãos, uns dos outros, para que não sejais julgados. Eis que o juiz está à porta.

(Mt.24:36 ) - Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, senão só o Pai.
2 – ELLICOT, INTERPRETOU ESTA PARÁBOLA DA SEGUINTE FORMA:

a) O reino de Deus – Sig. O seu reinado, o seu triunfo sobre todas as atividades humanas. Para que a colheita possa chegar, é necessário que, primeiro a semente seja semeada.
b) O Senhor conduz os seus discípulos aos três estágios do reino de Deus:

1 –Erva – Ou o reino oculto, a época da Igreja durante a qual o Espírito Santo está ativo para completar o ministério oculto desde todos os séculos, i.e., a Igreja do Deus Vivo.

2 – A espiga – O reino manifestado, será vivênciado durante o reino milenar de Cristo.

3 – O grão cheio na espiga – Sugere o reino em toda a sua perfeita majestade, o novo céu e a nova terra quando Deus será tudo em todos. Essa será a dispençação da plenitude dos tempos sobre a qual Paulo escreveu – (Ef.1:10).

Pr.Romildo Gurgel