quinta-feira, 28 de março de 2013

AFINAL O QUE É UM DESIGREJADO?



Bem, parece fácil, mas não é, é muito difícil definir um desigrejado, a maioria dos que poderiam ser classificados como tal, não sabem do que se trata. Ainda não há critérios claros, e poucas pesquisas especificas sobre o assunto, contudo algo com certeza pode-se dizer a respeito, não é um grupo homogêneo.
A que isto se deve? A princípio porque o fluxo de pessoas que saem das igrejas não são tão eficazmente controlado como os que entram, poucos pastores sabem onde está a porta de saída, na realidade poucos querem saber, e isto não costuma ser a prioridade dos ministérios.
Mas ainda assim é possível compreender o desigrejado a partir de algumas de muitas categorias, elas são:
O desigrejado mergulhou intensamente na realidade da igreja. O desigrejado conhece de maneira profunda a “sala de maquinas” desta grande embarcação chamada igreja evangélica, dificilmente o desigrejado não tenha sido um voluntário e não tenha conhecido de perto como se gerencia uma comunidade.
O desigrejado pode estar ainda na igreja, como pode estar no “mundo”. Sim há desigrejados que ainda estão arrolados na igreja, mas que vivem a margem dos acontecimentos desta, não se envolvem, sabem pouco do que acontece com ela, e ela sabe pouco do que acontece com eles. No outro extremo há o desigrejado que definitivamente se desvinculou da igreja, é quase aquele que normalmente é chamado de desviado.
O desigrejado é critico. Ao contrario do que alguém possa pensar. O desigrejado não é uma pessoa indefesa em casa aguardando para ser resgatado, não é um cristão que no seu quarto ora com o objetivo de ser buscado por que ainda esta na igreja para então leva-lo de volta para a comunhão dos irmãos. Não, não se trata disto,  o desigrejado não parece fazer nenhuma questão de voltar aos antigos apriscos que ele conhece bem.
Como propõe o livro Dissidentes da Igreja de Alan Corrêa os desigrejado passou a ser o mais novo povo não alcançado, o mais recente desafio da missiologia, ele é aquele a quem os métodos de evangelismo e de crescimento de igreja não podem ser aplicados. Antes o desigrejado é de fato alguém que só pode ser sensibilizado por uma mensagem que seja transparente, que se mostre honesta e que tenha de fato um proposito para a vida. A saber, o Evangelho.
*Por Paulo Saraiva
Pastor, professor e Mestre em Ciências da Religião

9 comentários:

  1. I write a blog which I have entitled “Accordingtothebook” and I’d like to invite you to follow it. I’m your newest follower.

    ResponderExcluir
  2. E como podemos conduzir o desigrejado a participar do corpo de Cristo? Como podemos envolvê-los e levá-los a ter comunhão com Deus e com a igreja?

    Forte abraço meu amado pastor.

    Pr. Hudson Taylor

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Leia o meu novo artigo, junto com uma pesquisa aqui no meu blog com o título DESIGREJADOS QUE SÃO ELES.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Estima-se diz alguns pesquisadores que o número de igrejados é o mesmo de desigrejados.

      Excluir